Meu cão é um vira lata, devo vacina-lo?

Todos os animais devem ser vacinados, a fim de evitar que desenvolvam doenças que podem gerar complicações médicas e levá-los até mesmo a óbito. Vira lata ou o SRD, não é por ser um animal de raças misturadas que obrigatoriamente ele é um animal mais resistente que os demais. É fundamental aplicar todas as dosagens de vacinas polivalentes.

São várias as doenças que podem ser evitadas com a vacinação correta.

1- Vacina para cachorro pode salvar a vida do seu animal
Há doenças, como a parvovirose e a cinomose, que até têm tratamento, mas a porcentagem de cura é relativamente baixa.

Por isso existem vacinas apropriadas que protegem o cachorrinho das duas doenças. Você pode impedir que o cachorrinho contraia a doença ao obedecer o protocolo de vacinação estabelecido pelo Médico Veterinário.

2- Garante proteção para várias doenças
Quando você leva o cao para ser vacinado corretamente, seguindo o protocolo do Médico Veterinário, o protege de várias doenças! Isso aumentará a expectativa de vida do seu pet e ajudará a mantê-lo saudável, por muitos anos, ao seu lado.

3- Existem várias vacinas para cachorro
Outra informação muito importante é que existem diversas vacinas para cachorro. Muitas pessoas acreditam que ao levar o pet para ser vacinado na campanha feita pelo município, ele já está protegido de tudo, mas isso não é verdade.

Dentre as vacinas que são mais comumente indicadas pelos Médicos Veterinários estão:

Vacina V8 ou Vacina V10
Vacina antirrábica
Vacina de leishmaniose
Vacina da tosse dos canis
Vacina contra Giardia

4- Filhotes de cachorros precisam ser vacinados
Ainda muito pequeninos, os cães independe da raça e sexo devem receber a vacina para cachorro. No geral, a primeira dose é administrada quando ele tem entre 45 e 60 dias de vida.

Nessa idade, o cachorrinho já deve ter recebido o vermífugo e, provavelmente, estará pronto para ser vacinado com a V8 ou a V10. Cuidado para não atrasar.

Ainda enquanto pequeno, ele receberá pelo menos mais duas doses da V8 ou V10. Depois de maior, com aproximadamente quatro meses, ele já poderá receber a primeira dose da antirrábica. O Médico Veterinário estabelecerá o protocolo quanto as demais vacinas.

5- É preciso vacinar o cachorro todos os anos
Além da vacinação dos filhotinhos, anualmente o pet deve receber o reforço vacinal, ou seja, mais uma dose. Isso garantirá que ele siga protegido e livre das doenças para as quais existem vacinas para cachorro.

6- O animal precisa ser examinado antes de tomar vacina
Quando você leva-lo para ser vacinado pelo Médico Veterinário, não estranhe se ele fizer perguntas sobre o cãozinho e examiná-lo. Isso é comum e necessário.

Para que a vacina faça o efeito desejado, o bichinho precisa estar com o organismo bom. Por isso, antes da aplicação é realizado um exame físico. Só assim o profissional terá a certeza de que o peludo está pronto para receber a vacina para cachorro

7- Atrasar a vacina para cachorro é perigoso
Você tem um filhotinho em casa, com quatro meses, que ainda não recebeu a vacina para cachorro? Possui um animal adulto que não é vacinado há 2 anos? Ele está correndo perigo e pode contrair a doença.

Quando o pet não recebe a vacina para cachorro na data correta, ele fica sem proteção. Uma vez que não está protegido, pode acabar contraindo uma doença grave. Não permita que isso aconteça com o seu peludo! Ligue agora para o Médico Veterinário e agende a vacinação.

E lembre-se

Animais saudáveis independente da origem, tem que ser levados sempre para ser vacinados em uma Clínica Veterinária por profissionais médicos veterinários qualificados.

Capa: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *