Olá simpatizantes da AROMATERAPIA! Embalagens corretas.

Algumas dicas importantes:

Os óleos essenciais precisam ser armazenados em recipientes adequados. Os frascos devem proteger o óleo da luminosidade, principalmente da luz solar. As embalagens devem ser de vidro sempre na cor âmbar (vidros de remédios) ou de alumínio (vide foto). Se o óleo for exposto por mais de uma hora à ação da luz ele sofre um processo químico que altera as moléculas modificando sua composição original. Ou seja: sofre um processo semelhante ao do vinho se tornando vinagre.

Outros cuidados que devemos ter, é o de guardar os óleos essenciais muito bem tampados para evitar o contato com o ar pois eles também sofrerão alterações, eles oxidam e perdem suas características.

NUNCA UTILIZE EMBALAGENS PLÁSTICAS (pets ou qualquer outro tipo de plástico)! Tenha muito cuidado no trato com os óleos essenciais pois eles são um verdadeiro tesouro.

Óleos com características corrosivas (nunca utilize puro): cravo, menta, lemon grass, canela. Devem ser diluídos em óleo vegetal para passar na pele ou em água para compressas, bochechos ou ingestão.

Algumas sinergias (uso de dois ou mais óleos essenciais).

 

 

Para desobstruir as vias respiratórias, asma, bronquite, etc:  óleo de eucalipto, alecrim e menta peperita: 5 gotas de menta, 20 gotas alecrim e 35 gotas de eucalipto, são 50 gotas no total. Esta medida (60 gotas) é igual a 3 ml (cada 20 gotas equivale a 1 ml), utilize apenas 2 gotas desses 3 ml em um nebulizador para inalação com 4 ml de soro fisiológico ou 3 gotas em um lenço. Substitui os medicamentos que normalmente são utilizados (berotec, afrin, etc) que causam taquicardia e não expectoram, promovendo a expectoração sem causar taquicardia.

Para clarear e limpar a mente. 5 gotas de óleo de menta peperita, 35 gotas de óleo de limão ou mandarina (tangerina). Desta mistura utilize apenas 2 gotas em um lenço, sente ou deite confortavelmente e faça a inalação por 5 minutos.

Mais dicas no próximo bate papo.

 

Capa: Freepik / Foto: Marco Antonio Libutti

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *